851 – Paulo Netho e Dráusio Silva (SP) comemoram 30 anos de projeto concebido para provocar festas e “desmilitarizar” pensamentos

O recitador Paulo Netho e o cantor e compositor Dráusio Silva vão se reencontrar no sábado, 16 de abril, a partir das 21h30, no Espaço Versátil Multi Eventos, situado em Osasco, para celebrarem 30 anos da realização do primeiro Poemashow, parceria que promoviam na cidade declamando e cantando sucessos da MPB e do rock em meados da década de 1980, embrião da carreira que ambos passaram a desenvolver como poeta, essencialmente, no caso de Paulo Netho, e músico, no caso de Dráusio, um dos integrantes da banda Subtotal. A apresentação terá a participação do também cantor e compositor Salatiel Silva, que ao lado de Paulo Netho forma a Cara de Pavio Produções Artísticas e desenvolve os projetos Balaio de Doi2, Drops Urbano, e Ciranda de Cantigas.

Continue Lendo “851 – Paulo Netho e Dráusio Silva (SP) comemoram 30 anos de projeto concebido para provocar festas e “desmilitarizar” pensamentos”

693 – Varal de Chita estreia em Osasco (SP) com repertório que promove encantamento, evoca o chão de casa e propõe o cultivo aos valores que nos iguala

O Grupo Varal de Chita Arte Cultural, formado pelo casal Alberto Camargo e Regina Vasques, pela filha Luísa Vasques e pela amiga da família Isa Ferreira costurou um repertório bem caseiro (no melhor sentido da palavra, o relativo à terra onde se habita e à qual deliciosamente pertencemos e estamos ligados) para tecer o espetáculo Reisal, oferecido em noite de estreia para amigos e admiradores no sábado, 17, na sede do Núcleo Pau Brasil Educação e Cultura, situado no bairro Jardim das Flores, em Osasco. Município distante 18 quilômetros de São Paulo, com acesso rumo ao poente pelas rodovias Castello Branco e Raposo Tavares, Osasco é berço fértil de artistas de várias vertentes, que lá nasceram ou o adotaram para reforçar o perfil de lugar efervescente já desde antes de sua emancipação da Capital, em 1962.  Dos quatro integrantes do Varal de Chita, Regina e Isa (vozes) e Alberto (violão e viola caipira) são militantes entranhados e parte da história cultural osasquense, com passagem pela Vila dos Artistas, coletivo de produção de arte, de cultura e de entretenimento que deixou saudades e funcionou até meados da década de 1980 no Jardim Cipava.

Continue Lendo “693 – Varal de Chita estreia em Osasco (SP) com repertório que promove encantamento, evoca o chão de casa e propõe o cultivo aos valores que nos iguala”

672 – Paulo Netho recebe Evandro Camperom em nova rodada do Poesia Futebol Clube, em Osasco (SP)

camperon mmmm
Evandro Camperom, pernambucano radicado em São Paulo gravou dois álbuns, Algazarra e Ferramenta Quente
O poeta-recitador e compositor Paulo Netho (SP) receberá como convidado do projeto Poesia Futebol Clube a partir das 20 horas desta quarta-feira, 7, Evandro Camperom, cantor e compositor pernambucano radicado em São Paulo onde divide suas atividades de músico com aulas de Literatura, formado em Letras pela Universidade de São Paulo.  Esta será a terceira rodada do Poesia Futebol Clube, iniciado no dia 23 de setembro. Semanalmente, Paulo Netho e seu parceiro de estrada Salatiel Silva abriram o microfone para oferecer  poesia e boa música ao público em geral e frequentadores do restaurante Sr. Glutton, que fica no bairro Vila Campesina,  em Osasco, cidade da Região Metropolitana Oeste da  Grande São Paulo situada a menos de 20 quilômetros de São Paulo, lindeiras às Rodovias Castello Branco, Raposo Tavares e Rodoanel Mário Covas. 

Continue Lendo “672 – Paulo Netho recebe Evandro Camperom em nova rodada do Poesia Futebol Clube, em Osasco (SP)”

Balaio de Dois é destaque em feira do livro infantil promovida por shopping de Cotia

paulo netho cotia
Paulo Netho e Salatiel Silva montam espetáculos do Balaio de Dois há mais de 15 anos e levam às gargalhadas marmanjos e pias com parlendas, trava-línguas, cantigas e poemas  de autoria própria,  de escritores consagrados e de domínio público (Foto: Andreia Beillo)

 

Ontem, 3 de maio, o Barulho d’Água Música acompanhou, desta vez para a Feira do Livro Infantil, em um shopping de Cotia (SP), mais uma a apresentação do sensacional  Balaio de Dois, produção do poeta Paulo Netho e do músico Salatiel Silva. Conforme Salatiel diz é um espetáculo muito simples: em suas performances magistrais não superiores a 60 minutos, Paulo Netho mais que encanta e deixa (boas) sequelas irreversíveis em crianças e adultos. “O Paulo Netho é um poeta, construtor, desconstrutor de palavras e um assustador de crianças”, brinca o músico que toca violão, gaita e que vive em crônico estado de transe entre a alegria, o bom humor e a irreverência.

Balaio de Dois já conta com mais de 15 anos de estrada e é altamente recomendável para todos os públicos. Paulo Netho e Salatiel compõem as próprias cantigas, poesias e outros elementos que compõem o número, incluindo os objetos e brinquedos do cenário, os quais Paulo Netho utiliza em cena. Salatiel toca e em várias ocasiões a dupla conta, ainda, com o auxílio luxuoso de Ricardo Kabelo.

É uma mistura de teatro, de dança, de mímica, de música, de sons e poesia com outras linguagens que diverte a todos, de forma contagiante, ensinando e passeando por aspectos da oralidade e da gramática e relativos à cultura popular, por exemplo, em que os atores/cantores também se apoiam em trava-línguas, parlendas, adivinhas, cantigas consagradas pelo domínio público, algumas recriadas para serem adaptadas ao contexto da apresentação. Paulo Netho representa com uma cadeira, um dos muitos recursos que ele tem para dar vida ao que narra e conta,  e até um grilo pode sai da mala de geringonças e invenções dele, sem contar deliciosos pirulitos “Balaio”, que têm sabores especiais, e um bilboquê. 

Com estes recursos e uma inesgotável capacidade de divertir, os pequenos arregalam os olhos, fixam-nos brilhantes no brincante, reagem aos estímulos prontamente e muitas vezes de forma surpreendente. !Saias-justas” não raramente obrigam Paulo Netho a malabarismos e a improvisações deliciosos, mas absolutamente coerentes, como se já fossem parte do script. Os adultos interagem entusiasmados e se deixam levar pelos convites para dançar, pular, fazer ginástica e praticar ou se permitirem outras brincadeiras e estripulias… como se o tempo não tivesse passado! Ou os pais estivessem de volta a um parque de diversões, reavivando o dia em que apresentaram um jogral colorido na escola primária e encheram de orgulho a si próprios, colegas e mestres.

Para saber mais e contar com espetáculos do Balaio de Dois visite https://www.facebook.com/balaiodedoi2?fref=ts

SONY DSC
Ricardo Kabelo, Paulo Netho, e Salatiel Silva com as crianças ao final do espetáculo, no SESC Ipiranga (Foto: Marcelino Lima)

Garoto Conrtrabaixo

Canções próprias e poemas de Maiakovski e Pessoa estão no repertório do Recitadores Urbanos para público do Sesc Campo Limpo (SP)

10900014_1569678559935989_2313347610469560391_o
Vinícius Bini (teclando o laptop), Paulo Netho (de verde), Walter Bini e Salatiel Silva ensaiam para as apresentações do Drops; afinando o contrabaixo do tio, o garoto João Pedro (Foto: Simone Bini)

O poeta Paulo Netho e o cantor e compositor Salatiel Silva quem lê e acompanha o Barulho d’água Música já conhece bem.  Paulo e Sala têm sido mencionados no blog como integrantes do projeto infantil Balaio de Doi2, no qual sempre contam com o auxílio luxuoso de Ricardo Kabelo.

Logo, falar ou escrever sobre estes dois, de saída, sugere boas gargalhadas como efeito colateral inevitável dos shows que promovem para a molecada, mas que também faz muito marmanjo rachar o bico até doer a barriga ou liberar o conteúdo da bexiga. De volta aos palcos após o recesso do final de ano, a dupla vai retomar a estrada em 2015 com mais duas apresentações no Sesc Campo Limpo, mas programadas para o público adulto.

Nos dias 23 e 30 de janeiro, ao lado dos irmãos Walter e Vinícius Bini (que, entre outros projetos, são parceiros de estrada do violeiro Wilson Teixeira , de Avaré/São Paulo), Paulo Netho e Salatiel vão estrear Drops, formando o Recitadores Urbanos. Em ambas as datas, a partir das 19 horas.

Drops é um espetáculo de poesia e música na veia e é destinado ao público adulto, informa o grupo em seu press-release. Nestes dois shows de sessenta minutos de duração cada, o público é convidado a embarcar na nau da poesia e da música que conversa com a vida cotidiana. Música e poesia, prossegue o tetxo, ajudam a desanuviar o dia, despertar corações adormecidos, provocar arrepios esquecidos engasgados num canto do olhar. “Poesia e música, como bem nos ensinou o poeta Manoel de Barros, pra voar pra fora da asa”.

Portanto, trata-se de um espetáculo no qual  a palavra falada e cantada são as grandes protagonistas. Claro que há humor, pitadas de erotismo, além de muita porrada e afeto, carinho e candura. No repertório, além de poemas e canções próprias, os Recitadores passeiam pela obra de outros poetas e compositores como  Arnaldo Antunes, Arnaldo Baptista, Fernando Pessoa e Maiakovski, entre outros talentos da música e da literatura.

“É uma retomada do trabalho que realizava antes da dedicação às crianças por meio do Balaio de Doi2, voltando às origens dos Poemashows, disse Paulo Netho ao blog. Os Poemashows consistiam em performances pessoais iniciadas em meados dos anos 1980, em alguns casos espontâneas e com muita improvisação. Estas apresentações ajudaram os amigos a se tornarem conhecidos e a conquistarem os primeiros admiradores, inicialmente, na região de Osasco, cidade situada na Região Metropolitana Oeste da Grande São Paulo.
balaio de dois curvas
Paulo Netho e Salatiel Silva durante apresentação do Balaio de Doi2, no bairro paulistano do Jaguaré  (Foto: Marcelino Lima)
we are pb

Continue Lendo “Canções próprias e poemas de Maiakovski e Pessoa estão no repertório do Recitadores Urbanos para público do Sesc Campo Limpo (SP)”

Balaio de Dois volta ao SESC para minitemporada após apresentação em Bistrô do Jaguaré (SP)

 

DSC03310
Paulo Netho e Salatiel Silva, ao fundo, estão na estrada com o “Balaio de Dois” há 15 anos levando alegria e ensinando crianças e adultos por meio de cantigas, trava-línguas, parlendas e vários recursos cênicos, com apoio e participação ainda de Ricardo Kabelo

O poeta e cronista Paulo Netho e o cantor e compositor Salatiel Silva, de São Paulo, vão se juntar a Ricardo Kabelo para uma minitemporada de risos e de fantasias no SESC Campo Limpo, onde vão apresentar entre os dias 12 e 26 o espetáculo “Conversas Diversas”. Paulo Netho e Salatiel Silva formam há quinze anos o “Balaio de Dois”, no qual “Sala”, e agora também Kabelo, tocam e cantam  fazendo o animado fundo musical em apoio às performances magistrais de Paulo Netho durante as “Conversas Diversas”, geralmente não superiores a 60 minutos, “mas que encantam e deixam sequelas irreversíveis em crianças e em adultos para o resto da vida”, costuma dizer Silva. “O Paulo Netho é um poeta, construtor, desconstrutor de palavras e um assustador de crianças”, brinca o músico que toca violão e gaita e vive em crônico estado de transe entre a alegria, o bom humor e a irreverência.

Continue Lendo “Balaio de Dois volta ao SESC para minitemporada após apresentação em Bistrô do Jaguaré (SP)”

“Balaio de Dois”, espetáculo para todas as idades, com Paulo Netho, Salatiel Silva e Ricardo Kabelo

DSC08904
O poeta e artista Paulo Netho constrói e desconstrói palavras e cenhos franzidos quando se junta aos amigos do Balaio de Dois, que, na verdade, são três (Fotos de Marcelino Lima)

Ontem, 19 de julho, o Barulho d’Água acompanhou no SESC Ipiranga a apresentação do sensacional “Conversas Diversas“, do Balaio de Dois+um produção do poeta Paulo Netho e do músico Salatiel Silva, com a participação para lá de especial de Ricardo Kabelo. Conforme Salatiel diz é um espetáculo muito simples, no qual ele e Kabelo tocam e cantam acompanhando Paulo Netho em suas performances magistrais não superiores a 60 minutos, mais que encantam e deixam (boas) sequelas irreversíveis em crianças e adultos. “O Paulo Netho é um poeta, construtor, desconstrutor de palavras e um assustador de crianças”, brinca o músico que toca violão, gaita e que vive em crônico estado de transe entre a alegria, o bom humor e a irreverência.

“Balaio de Dois” já vai para 15 anos de estrada e é altamente recomendável para todos os públicos, tanto que até um casal de simpáticos senhores ficou maravilhado com o que viu no Ipiranga. Paulo Netho e Salatiel compõem as próprias cantigas, poesias e outros elementos que compõem o número, incluindo os objetos e brinquedos do cenário, os quais Paulo Netho utiliza em cena.

Nova Imagem Sala
Salatiel Silva

É uma mistura de teatro, de dança, de mímica, de música, de sons e poesia com outras linguagens que diverte a todos, de forma contagiante, ensinando e passeando por aspectos da oralidade e da gramática e relativos à cultura popular, por exemplo, em que os atores/cantores também se apoiam em trava-línguas, parlendas, adivinhas, cantigas consagradas pelo domínio público, algumas recriadas para serem adaptadas ao contexto da apresentação, como aulo Netho representa com uma cadeira, um dos muitos recursos que ele tem para dar vida ao que narra e conta.

Nova Imagem Kabelo
Ricardo Kabelo

Até um grilo sai da mala de geringonças e invenções dele, sem contar deliciosos pirulitos “Balaio”, que têm sabores especiais, e um bilboquê. Os pequenos arregalam os olhos, fixam-nos brilhantes no brincante, reagem aos estímulos prontamente e muitas vezes de forma surpreendente. As “saias-justas” obrigam Paulo Netho a malabarismos e a improvisações deliciosos, mas absolutamente coerentes, como se já fossem parte do script. Os adultos interagem entusiasmados e se deixam levar pelos convites para dançar, pular, fazer ginástica e praticar ou se permitirem outras brincadeiras e estripulias… como se o tempo não tivesse passado! Ou os pais estivessem de volta a um parque de diversões, reavivando o dia em que apresentaram um jogral colorido na escola primária e encheram de orgulho a si próprios, colegas e mestres.

DSC08894
Paulo Netho diverte o público de todas as idades nas apresentações que há 15 anos faz apoiado em textos próprios, parlendas, trava-línguas e cantigas de domínio público

Então, respeitável público, uma salva de estralar de dedos para o trio! E anotem que o SESC Ipiranga ainda tem uma apresentação programada do “Conversas Diversas”, marcada para o sábado, 26, a partir das 14 horas, com entrada franca. Depois o espetáculo vai a São Carlos, onde será mostrado em 15 de agosto. Em 11 de outubro será a vez do público de Campos do Jordão, durante uma festa em homenagem ao Dia das Crianças!

SONY DSC
Ricardo Kabelo, Paulo Netho, e Salatiel Silva com as crianças ao final do espetáculo, no SESC Ipiranga