Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!


Deixe um comentário

851 – Paulo Netho e Dráusio Silva (SP) comemoram 30 anos de projeto concebido para provocar festas e “desmilitarizar” pensamentos

O recitador Paulo Netho e o cantor e compositor Dráusio Silva vão se reencontrar no sábado, 16 de abril, a partir das 21h30, no Espaço Versátil Multi Eventos, situado em Osasco, para celebrarem 30 anos da realização do primeiro Poemashow, parceria que promoviam na cidade declamando e cantando sucessos da MPB e do rock em meados da década de 1980, embrião da carreira que ambos passaram a desenvolver como poeta, essencialmente, no caso de Paulo Netho, e músico, no caso de Dráusio, um dos integrantes da banda Subtotal. A apresentação terá a participação do também cantor e compositor Salatiel Silva, que ao lado de Paulo Netho forma a Cara de Pavio Produções Artísticas e desenvolve os projetos Balaio de Doi2, Drops Urbano, e Ciranda de Cantigas.

Continuar lendo


Deixe um comentário

825 – Orquestra de Pinheiros, jazz e música de raiz compõem cardápio do começo da nova temporada do MCB (SP)

O Museu da Casa Brasileira (MCB/SP) retomará a partir de 13 de março a programação gratuita de atrações musicais que promove desde 1999, aos domingos, sempre a partir das 11 horas, no palco montado no terraço da entidade. A 17ª temporada começará com uma apresentação da Orquestra Pinheiros, seguida, em 20 de março, por concerto da Reteté Big Band. Wilson Teixeira está confirmado para 27 de março, quando o público ouvirá músicas do mais recente álbum lançado pelo violeiro, Casa Aberta, mescladas a canções do primeiro disco autoral dele, Almanaque Rural, e sucessos do universo caipira e regional.

orquestra_pinheiros_rodrigo_sodré

A Orquestra Pinheiros vai apresentar concerto em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, com repertório que trará músicas compostas por mulheres, para mulheres ou interpretadas por elas (Foto: Rodrigo Sodré)

Orquestra de Pinheiros, 13 de março

A Orquestra Pinheiros, ligada ao Esporte Clube Pinheiros, de São Paulo, tem regência do maestro Murilo Alvarenga e por meio de Sophisticated Ladies pretende marcar a passagem do Dia Internacional da Mulher, que ocorrerá na terça-feira, 8 de março. O repertório terá apenas músicas compostas por mulheres, para mulheres ou interpretadas por elas, com participação especial das cantoras Cinthia Zaccarioto, Rita Valente, Cris Cabianca e Catarina Marrese.

Reteté Big Band, 20 de março

Idealizada em 2004 pelos músicos Thiago Alves, Paulo Malheiros e Josué dos Santos, a Reteté Big Band apresentará clássicos de jazz e composições próprias nas quais se notam influencias de bandas norte-americanas como The Count Basie Orchestra e Thad Jones/Mel Lewis Big Band. Inicialmente, a banda, que apenas tocou com todos os membros juntos pela primeira vez a partir de 2006, formou-se para agregar músicos que constantemente se encontravam em igrejas evangélicas e grupos jovens da antiga Universidade Livre de Música, atual Escola de Música do Estado de São Paulo Tom Jobim.

Os integrantes atuam nas melhores formações instrumentais da cidade de São Paulo e compuseram o Movimento Elefantes, coletivo paulistano de bandas de sopro, entre 2009 e 2013. Além das influencias e gostos já mencionados, a Reteté também incorpora em seu repertório tendenciosas melodias de hinos tradicionais. O nome atípico vem de uma alusão ao movimento pentecostal presente em igrejas evangélicas, já que a maioria dos rapazes teve contato inicial com a música em algumas delas. A Reteté Big Band vem conquistado o público com muita qualidade, aliada à capacidade de improvisação e, assim, por onde passa, angaria mais fãs e imprime seu selo de difusores de boa música, com descontração.

A Rateté Big Band reúne Jefferson Rodrigues, Cássio Ferreira, João Paulo Barbosa, Lucas Macedo, Luiz Neto (saxofones); Jorginho Neto, Valdemar “Nevada”, e o compositor e arranjador Paulo Malheiros (trombones e tenor); Jaziel Gomes (trombone baixo); Paulo Jordão; Júnior Galante, Sidmar Vieira e Bruno Belasco (trompetes); David Sansão (piano); Thiago Alves (contrabaixo); Paulinho Vicente (bateria); e Carlos Iafelice (composições e arranjos)

 

Wilson Teixeira, 27 de março

Paulista de Avaré radicado na Capital, Wilson Teixeira está celebrando quinze anos de carreira, iniciada com premiadas participações em festivais, trajetória que está consolidando com projetos autorais ou em parcerias que envolvem outros violeiros — Cláudio Lacerda (São Paulo/SP), Luiz Salgado (Araguari/MG) e Rodrigo Zanc (São Carlos/SP), do projeto cultural 4 Cantos –, e cantoras como a paulistana Sarah Abreu, por exemplo. Sempre acompanhado por músicos tarimbados e bem entrosados, já se apresentou em inúmeras casas de shows pelo interior paulista, Capital e cidades brasileiras, além de programas consagrados como Sr. Brasil, de Rolando Boldrin; Dia a Dia Rural, de Tavinho Ceschi; Talentos do Jornal da Record News, de Heródoto Barbeiro; e Aparecida Sertaneja!, com Mariângela Zan.

Wilson Teixeira mescla tradições caipiras e do regionalismo com saborosas pitadas de folk em canções que canta ou interpreta ao dedilhar as dez cordas que, em suas mãos, soam refinados toques apoiados em elaborados arranjos e afinações. Atualmente, vem divulgando o repertório de Casa Aberta, segundo álbum da carreira, lançado em São Paulo em novembro de 2015. O repertório traz composições dele, em parcerias ou de amigos tais quais Salatiel Silva e Reinaldo Luz, Claudio Lacerda e Julio Bellodi, Bezão, Adilson Casado, Evandro Camperom, Guilherme Cruz, Chico Lobo, Bilo Mariano, e Edu Santana.

Uma semana antes de ocupar o palco do MCB, Wilson Teixeira estará na praça de eventos da unidade Vila Mariana do Sesc de São Paulo para apresentar mais um tributo aos irmãos Tonico e Tinoco. Nesta homenagem à dupla Coração do Brasil,  Wilson Teixeira estará acompanhado por Vinícius Bini (contrabaixo), Walter Bini (violão), Kabé Pinheiro (percussão) e Cleber Silveira (acordeom).

wirso 4

Vinícius Bini, Cléber Silveira, Wilson Teixeira e Walter Bini, com Kabé Pinheiro, estarão no dia 20 no tributo a Tonico e Tinoco, na Vila Mariana (Foto: Arquivo Barulho d’água Música/Marcelino Lima)

O Museu da Casa Brasileira fica na avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705, São Paulo, telefone 11 3032-3727. 

O endereço da unidade Vila Mariana do Sesc de São Paulo é rua Pelotas, telefone 11 5080-3000, a cerca de 1.000 metros da estação Ana Rosa da linha 1 Azul do Metrô.

anuncio anistia 2

 


Deixe um comentário

823 – Caixa Cultural (SP) programa shows com Tetê Espíndola e Alzira E em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

As irmãs Tetê Espíndola e Alzira E (Campo Grande/MS) estarão juntas entre 8 e 11 de março, em todos os dias a partir das 19h15, para apresentações gratuitas que a Caixa Cultural São Paulo programou para marcar mais uma passagem do Dia Internacional da Mulher. Tetê Espíndola (craviola) e Alzira E (violão) têm timbres de vozes diferentes e trajetórias singulares, mas uma íntima sintonia que permitirá ao público ouvi-las relembrando músicas de autorias próprias mescladas a clássicos do cancioneiro regional, ora em solo e, em outros momentos, protagonizando belos duetos.

Continuar lendo


Deixe um comentário

765 – Casa Aberta, segundo álbum de Wilson Teixeira: entre, puxe sua cadeira, aprecie sem moderação e fique o quanto quiser….

wteixeira ao vivo

Junto ao portão, o violeiro Wilson Teixeira espera amigos e admiradores para os quais tem a Casa Aberta e uma vez lá dentro conduzirá a um pomar repleto de goiabeiras, laranjeiras e outras árvores carregadas de frutos, incluindo uma buriti, os que aceitarem o agradável convite para ouvir as 10 faixas do seu novo álbum, o segundo da carreira e que acabou de sair do forno – conforme ele mesmo, à lenha, já que não foi assado com pressa para assim ser melhor degustado, de forma que guardasse todos os sabores de uma autêntica iguaria de roça à qual se incluiu pitadas de baunilha urbana em doses certas para não macular o equilíbrio da receita elaborada para transitar entre o campo e a cidade.

Casa Aberta é uma mescla de música caipira, MPB e folk dedicada ao parceiro de estrada Salatiel Silva (São Paulo), mas todos os que já integram a lista que forma o público sempre crescente de Wilson Teixeira e os eventuais que se juntarem no caminho com certeza nela vão querer passar temporadas: o cantor e compositor de Avaré (SP), além da tradicional viola de dez cordas, sentou-se ao piano e, entre outros instrumentos, também toca na roda violão aço, ganzá e ukulelê.

Continuar lendo


1 comentário

693 – Varal de Chita estreia em Osasco (SP) com repertório que promove encantamento, evoca o chão de casa e propõe o cultivo aos valores que nos iguala

O Grupo Varal de Chita Arte Cultural, formado pelo casal Alberto Camargo e Regina Vasques, pela filha Luísa Vasques e pela amiga da família Isa Ferreira costurou um repertório bem caseiro (no melhor sentido da palavra, o relativo à terra onde se habita e à qual deliciosamente pertencemos e estamos ligados) para tecer o espetáculo Reisal, oferecido em noite de estreia para amigos e admiradores no sábado, 17, na sede do Núcleo Pau Brasil Educação e Cultura, situado no bairro Jardim das Flores, em Osasco. Município distante 18 quilômetros de São Paulo, com acesso rumo ao poente pelas rodovias Castello Branco e Raposo Tavares, Osasco é berço fértil de artistas de várias vertentes, que lá nasceram ou o adotaram para reforçar o perfil de lugar efervescente já desde antes de sua emancipação da Capital, em 1962.  Dos quatro integrantes do Varal de Chita, Regina e Isa (vozes) e Alberto (violão e viola caipira) são militantes entranhados e parte da história cultural osasquense, com passagem pela Vila dos Artistas, coletivo de produção de arte, de cultura e de entretenimento que deixou saudades e funcionou até meados da década de 1980 no Jardim Cipava.

Continuar lendo


Deixe um comentário

678 – Evandro Camperom (PE) canta sucessos da carreira e Skowa garante as gargalhadas em terceira rodada do Poesia Futebol Clube

evandro camperom arte

Marcelo Manfra, com o saxofone, acompanha Evandro Camperom no Sr. Glutton, em Osasco (Foto: Andreia Beillo/Acervo Barulho d’água Música)

O recitador-cantor Paulo Netho está com tudo e não da apenas prosa: dá poesia, boa música e muita descontração cada vez que promove nova edição do projeto Poesia Futebol Clube, sempre às quartas-feiras, no Restaurante Sr. Glutton, em Osasco. A terceira noite, no dia 7 de outubro, contou com o talento do pernambucano Evandro Camperon apresentando as músicas dos álbuns Algazarra e Ferramenta Quente  agora também reforçando com dedicatórias especiais o acervo do Barulho d’água Música. Além dos sucessos já consagrados, Camperom tocou novas composições e recitou alguns poemas próprios. Marcelo Manfra fez dobradinha com o convidado de Paulo Netho tocando flauta transversal e saxofone. Skowa, da dupla com Máfia, e o jornalista e escritor João Barboza prestigiaram esta rodada, que teve ainda o apoio e a participação de Salatiel Silva e custou a terminar já que ninguém quis arredar pé enquanto rolava uma mesa redonda na qual Skowa narrou histórias hilárias.

skowa sala mozi

A dupla Skowa e Máfia  surgiu em 1987 e dois anos depois gravou o disco La Famiglia, que a projetou nacionalmente e consagrou Atropelamento e Fuga. Ainda em 1989, levantou o troféu de Revelação da Música Brasileira entregue pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). Em 1990 saiu Contraste e Movimento, mas em 1991, com o fim da união, Skowa seguiu carreira solo. A Virada Cultural de 2006 reativou o projeto e, desde então, ambos realizam shows em Sampa.


Deixe um comentário

672 – Paulo Netho recebe Evandro Camperom em nova rodada do Poesia Futebol Clube, em Osasco (SP)

camperon mmmm

Evandro Camperom, pernambucano radicado em São Paulo gravou dois álbuns, Algazarra e Ferramenta Quente

O poeta-recitador e compositor Paulo Netho (SP) receberá como convidado do projeto Poesia Futebol Clube a partir das 20 horas desta quarta-feira, 7, Evandro Camperom, cantor e compositor pernambucano radicado em São Paulo onde divide suas atividades de músico com aulas de Literatura, formado em Letras pela Universidade de São Paulo.  Esta será a terceira rodada do Poesia Futebol Clube, iniciado no dia 23 de setembro. Semanalmente, Paulo Netho e seu parceiro de estrada Salatiel Silva abriram o microfone para oferecer  poesia e boa música ao público em geral e frequentadores do restaurante Sr. Glutton, que fica no bairro Vila Campesina,  em Osasco, cidade da Região Metropolitana Oeste da  Grande São Paulo situada a menos de 20 quilômetros de São Paulo, lindeiras às Rodovias Castello Branco, Raposo Tavares e Rodoanel Mário Covas. 

Continuar lendo