1029 – Luedji Luna (BA/SP) esgota ingressos para lançar Um Corpo No Mundo, no Sesc Belenzinho*

*Com o blogue Todos os Negros do Mundo

A cantora e compositora Luedji Luna (já tinha ouvido falar dela?) passou por São Paulo na noite de sexta-feira, 2 de março, para uma apresentação única que esgotou a carga de ingresso posta à venda pela unidade Belenzinho do Sesc. O Barulho d’água Música bem que tentou, mas não conseguiu se colocar entre os felizardos da plateia para conferir a apresentação desta baiana radicada em Sampa durante a qual ela lançou seu primeiro disco, Um Corpo No Mundo (2017). Trabalho predominantemente autoral que a tornou ganhadora do Prêmio Caymmi de Música (categoria  Show/Revelação), o álbum reúne onze faixas, entre inéditas e já conhecidas pelos fãs. As composições abordam tanto a herança negra ancestral, quanto temas mais universais, como a urgência do tempo presente, perfil que a própria Luedji classifica  como “sem fronteiras”.

Continue Lendo “1029 – Luedji Luna (BA/SP) esgota ingressos para lançar Um Corpo No Mundo, no Sesc Belenzinho*”

Anúncios

843 – Em turnê pelo Brasil, Aline Frazão canta “Insular” com Ceumar, Socorro Lira e Susana Travassos, no Bixiga

A cantora, compositora, guitarrista e produtora Aline Frazão (Luanda/Angola) percorrerá cinco cidades do Brasil durante abril para divulgação do álbum três de sua carreira, Insular, que apresenta novas parcerias — com a poetisa conterrânea Ana Paula Tavares, , e a rapper portuguesa Capicua–  além de uma versão  para Susana, de Rosita Palma, com a participação especial de Toty Sa’Med. Aline Frazão vem se firmando desde o lançamento do primeiro disco Clave Bentu (2011) como um dos nomes sonantes da nova geração de músicos angolanos. Embora atualmente viva em Lisboa, simultaneamente ao trabalho musical integra o painel de cronistas do jornal Rede Angola, para qual assina uma crônica por semana.

Clave Bantu oferece repertório autoral gravado em Santiago de Compostela e conta com duas parcerias inéditas com os escritores angolanos José Eduardo Agualusa e Ondjaki. Depois deste primeiro trabalho, Aline Frazão trouxe a amigos e fãs Movimento, em 2013. Com este vieram as turnês internacionais que a conduziram a Cabo Verde, Quênia, Etiópia, Tanzânia, Alemanha, Brasil, Portugal, Suíça, Noruega e Áustria. Já Insular a levou a Jura, uma pequena ilha da Escócia, e contou com a produção do britânico Giles Perring, mais a considerada decisiva participação do guitarrista Pedro Geraldes (Linda Martini). Luanda acolheu o primeiro concerto, a 31 de outubro do ano passado.

Críticos têm apontado que o mais recente compacto como “um manifesto de economia poética” feito “da mesma matéria dos grandes discos de Paul Simon e Caetano Veloso, porque respira da mesma universalidade e sabedoria”.  Ao tecer os elogios, eles ainda observam: “É um caso sério esta rapariga de 27 anos, que finta as suas origens e as baralha com iguais doses de profundidade e simplicidade, tarefa a que muitos autores se dedicam, mas poucos conseguem”.

A primeira escala neste retorno ao Brasil de Aline Frazão será em Belo Horizonte (MG), conforme cronograma abaixo. Em São Paulo ela cantará a 13 de abril, na casa Mundo Pensante, situada no tradicional bairro do Bixiga. Irão acompanha-la a portuguesa Susana Travassos, Socorro Lira (Brejo do Cruz/PB) e Ceumar (Itanhandu/MG). 

Apresentações de Aline Frazão no Brasil

insular

8 de abril, 20h
Sesc Palladium, Belo Horizonte (MG)
Participações de João Pires e da Nath Rodrigues
Ingressos: R$ 25,00 (inteira) e R$ 12,50 (meia)

10 de abril, 18h
Santander Cultural, Porto Alegre (RS)
Ingressos: R$ 12,00

13 de abril, 20h
Mundo Pensante, São Paulo
Participações: Ceumar, Socorro Lira e Susana Travassos
Rua Treze de Maio, 825, Bela Vista (Bixiga), 11 5082-2657
Ingressos: R$ 15,00

11 de abril, 20h
Teatro Esperança, Jaguarão (RS)
Ingressos: R$ 20,00

15 de abril, 22h
Participação: Natasha Llerena
Bar Semente, Rio de Janeiro (RJ)
Ingressos: R$ 30,00

840 – Público em Medellin esgota bilheteria para conhecer e prestigiar Susana Travassos, com Ricardo Araújo e Michi Ruzitschka

O Barulho d’água Música procura sempre produzir a maioria das matérias que publica, embora ainda as receba enviadas por assessorias de vários artistas e de produtores culturais com as quais também alimenta o blogue, buscando preservar desta forma sua autonomia. Hoje, entretanto, pediremos licença ao Jornal do Algarve, sediado em Portugal, para reproduzir na íntegra e preservando o texto original matéria que o veículo publicou em sua edição eletrônica de 30 de março divulgando o sucesso obtido pela cantora Susana Travassos em passagem por Medellin (Colômbia). Temos seguido Susana Travassos devido a sua estreita ligação com cantores e compositores brasileiros que costumeiramente a traz a cantar em cidades como São Paulo. Nestas ocasiões, ela não apenas apresenta entre nós a beleza presente em canções tradicionais do além mar, bem como renova os laços culturais históricos que unem e aproximam os dois países, evidenciando muito mais que eventuais diferenças no campo da música, fraternas semelhanças.

Entende o blogue, assim,  que também deve repercutir por aqui  o relato do Jornal do Algarve informando que:

Continue Lendo “840 – Público em Medellin esgota bilheteria para conhecer e prestigiar Susana Travassos, com Ricardo Araújo e Michi Ruzitschka”

754 – Apoie a campanha de Katya Teixeira (SP) para gravar “As Flores do Meu Terreiro”, quinto álbum e primeiro autoral da carreira!

kt niver

As Flores do Meu Terreiro é o nome que a cantora paulistana Katya Teixeira escolheu para batizar aquele que conforme projeta será o quinto álbum da carreira já com 21 anos de trajetória, ofício que a transformou em ícone da música regional brasileira. Katya Teixeira, conhecida e querida tanto pela fibra, quanto pela generosidade que complementam seu indiscutível talento, não apenas representa uma bandeira em defesa da música independente e de qualidade: carrega-a, literalmente, pelo país afora e também pelo exterior, levando por onde passa importantes valores de nossa cultura popular, alguns dos quais não apenas ajuda a divulgar, mas recupera, revaloriza e, portanto,  colabora para preservar.

Continue Lendo “754 – Apoie a campanha de Katya Teixeira (SP) para gravar “As Flores do Meu Terreiro”, quinto álbum e primeiro autoral da carreira!”

734 – Parabenize Katya Teixeira, cantora e pesquisadora popular que traz o Brasil em suas liras e cantigas

kt niver

A aniversariante de hoje, 19, não apenas representa uma bandeira em defesa da música independente e de qualidade: carrega-a, literalmente, pelo país afora e também pelo exterior, levando por onde passa importantes valores de nossa cultura popular, alguns dos quais não apenas ajuda a divulgar, mas recupera, revaloriza e, portanto,  colabora para preservar. Idealizadora do premiado Dandô Circuito de Música Dércio Marques  que há dois anos vem sendo promovido em mais de 30 cidades dos estados de SP, MG, RS, GO, SC, PR — com passagens, ainda, por PE e pelo DF –, ela está de malas prontas para um regresso à Argentina, onde será atração em Buenos Aires, nos dias 24 e 27.

Olhe ai, povos: é o coro de parabéns a você! entoado em vários idiomas por Katya Teixeira que estamos reforçando, orando a São Gonçalo do Amarante e ao Divino Espírito Santo para que sempre abençoem e cubram de boas energias as estradas desta cantora e pesquisadora que o Brasil inteiro deveria reverenciar: muito mais do que artista trecheira, como brincam alguns dos seus inúmeros amigos e parceiros de palcos e de projetos, Katya Teixeira é mulher de fibra, guerreira e iluminada por muita simpatia! Então, ora e viva, para a Katya Teixeira tudo!

Além de canções dos álbuns Katxërê, Lira do Povo e Feito de Corda e Cantiga, Katya Teixeira, nascida em São Paulo, gravou com Luiz Salgado 2 Mares, disco indicado em 2014 ao Prêmio da Música Brasileira que traz entre outros as participações de Consuelo de Paula, Susana Travassos e Rolando Boldrin. Por meio do Dandô Circuito de Música Dércio Marques Katya Teixeira fomenta a circulação de música de qualidade inquestionável por todo o país, reunindo artistas de várias regiões, e, assim, além de criar intercâmbios, gerar novas plateias. Quem já se apresentou possui trabalhos reconhecidos e merece melhor projeção no panorama nacional, o que proporcionaria às pessoas acesso a outras linguagens e propostas produzidas fora da “grande mídia”. 

Um artista sai de cada cidade e passa por todos os pontos do circuito, girando a roda de forma contínua. Cada edição conta sempre com um artista do local recebendo e abrindo o espetáculo para o convidado, em shows de aproximadamente noventa minutos. Ao final, um bate-papo entre artistas e plateia fecha a apresentação.

kt niver 2

A cada novo show, transmite-se, ainda, o legado de Dércio Marques (Uberaba/MG), não apenas para a música, mas para toda a cultura popular brasileira. Dércio Marques morreu em julho de 2012, em Salvador (BA), deixando  uma grande escola que transcende a composição musical e poética e propõe, ainda, uma postura mais íntegra e solidária de viver, voltada tanto para a preservação da natureza, quanto para o aprimoramento espiritual de cada indivíduo, sem deixar de lado o engajamento político e social que costura um mundo mais justo e fraterno — tudo o que o mundo neste momento de tragédias ambientais mais clama.

katya buenos aires

 

717 – Unidade de conservação da Mata Santa Genebra (SP) completa 30 anos e comemora com diversas atividades

gamba

A Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) Mata Santa Genebra completou 30 anos de criação na quinta-feira, 5, e  para comemorar esta importante data, programou diversas atividades com o intuito de promover a integração entre a floresta e a comunidade e a gestão participativa da área. Durante todo o sábado, 7, por exemplo, haverá visitação aberta ao borboletário e serão oferecidas oficinas de hortas urbanas e de artesanato, além da apresentação do teatro de bonecos com o espetáculo Coração Verde, oficina de ecobrinquedos e shows. Todas as atividades serão na praça Peroba Poca, sem cobrança de ingressos  Os eventos serão coordenados pela Fundação José Pedro de Oliveira, instituição gestora da Mata Santa Genebra, com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura e da Secretaria do Verde de Desenvolvimento Sustentável de Campinas.

A cantoria começará  às 16 horas com Ana Salvagni e Choro da Mata, que oferecerão um espetáculo musical de sambas e serestas. Ana Salvagni reside na cidade e foi contemplada  na categoria de melhor disco de música Regional em 2010 com o Prêmio da Música Brasileira e no palco demonstrará que fez jus à honraria juntamente com o grupo cujo nome é um tributo à Mata Santa Genebra.

A partir das 17 horas,João Arruda, Sinhá Rosária recebem convidados especiais. João Arruda está completa em 2015 dez anos de carreira solo e em seus números envolve a plateia com cantigas, palmas e risadas ao mesmo tempo em que Sinhá Rosária, cantora e compositora, celebra a música e a alegria por onde passa com seus 80 anos de vida. Susana Travassos e Michi Ruzitscka encerrarão a programação a partir das 18 horas. Susana Travssos é uma das grandes vozes portuguesas da atualidade  e com o violonista austríaco interpretará fados antigos, temas contemporâneos e alguns clássicos da música popular brasileira.

2241763095_290bed352b_b
Foto: Leonardo Desordi

Em 5 de novembro de 1985 o Decreto Federal nº 91.885/85 instituiu a Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) Mata de Santa Genebra. Esta unidade de conservação (UC), com perímetro de 9 quilômetros e uma área de 251 hectares, é o maior remanescente florestal de Campinas e sua conservação é de fundamental importância para a manutenção da biodiversidade regional.

 

 

 

 

30º Aniversário da Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) Mata Santa Genebra
Data: 7 de novembro de 2015
Horário: das 9h às 19h
 
Programação:

9h às 16h – Visitação ao Borboletário

10h às 12h – Oficina Hortas Urbanas e Oficina de Artesanato
10h30 às 11h30 – Espetáculo “Coração Verde” Grumaluc
14h às 16h – Oficina de Ecobrinquedos

Apresentações musicais:

joão arruda
O campineiro João Arruda, que sempre protagoniza shows animados e com grande interação da plateia, cantará ao lado da também irriquieta Sinhá Rosária (Foto: Marcelino Lima/Acervo Barulho d’água Música)

16h – Ana Salvagni e Choro da Mata
17h – João Arruda, Sinhá Rosária e convidados
18h – Susana Travassos e Michi Ruzitschika

Local: Praça Peroba Poca – Rua Mata Atlântica, s/n, Bosque de Barão, Campinas

Mais informações: (19) 3749-7205

arvores

Colabore com a campanha para gravação do DVD com Susana Travassos dos quarenta anos de carreira de Ana Terra (RJ)

susana e ana

A compositora e escritora Ana Terra  (RJ) comemora 40 anos de carreira como letrista em 2015 e o marco será celebrado com a intérprete portuguesa Susana Travassos, por meio de um especial de televisão, gravado pelo Canal Brasil em estúdio no Rio de Janeiro, com posterior lançamento em DVD em parceria com uma gravadora/distribuidora. A captação de áudio e de vídeo, bem como a produção do programa especial, serão inteiramente de responsabilidade do Canal Brasil. Os fãs de ambas, além de músicas conhecidas de Ana Terra como Amor meu grande amor, Essa Mulher, Meu Menino e Da cor brasileira, ouvirá inéditas como Água, que nasceu da parceria com Roberto Menescal. Susana interpretará canções de Ana Terra em parceria com Milton Nascimento, Francis Hime, Cristóvão Bastos, Sergio Ricardo, Fred Martins, Elton Medeiros, Gibran Helayel, Eudes Fraga, Cláudio Nucci, Chiquinha Gonzada, Lucina e Sueli Costa. Já Ana Terra participará apresentando textos poéticos pontuando os temas musicais do roteiro de sua autoria, por cinco vertentes: arte, masculino, feminino, amor e mundo.

Continue Lendo “Colabore com a campanha para gravação do DVD com Susana Travassos dos quarenta anos de carreira de Ana Terra (RJ)”

Susana Travassos, cantora de Lisboa, comemora aniversário hoje

1619597_10202529052043390_1752420509_n
Susana Travassos, nascida em Faro, Portugal, já gravou no Brasil com Chico Saraiva, Fagner, Katya Teixeira e Luiz Salgado, e canta em um dos seus álbuns músicas de Elis Regina

 

O Barulho d’água Música envia para além mar um abraço dos mais especiais, destinado à cantora e interprete Susana Travassos (Faro/Portugal), aniversariante de hoje. Susana Travassos reside em Lisboa e costumeiramente visita o Brasil para brindar amigos e fãs com shows nos quais apresenta músicas que vão do canto lírico ao jazz, além da popular brasileira, portuguesa e latino-americana. Em 2008, Susana Travassos gravou álbum com sucessos de Elis Regina, no qual fez questão de manter o sotaque nativo. Depois, em parceria com o compositor Chico Saraiva, colocou no mercado Tejo-Tietê, que intercala composições com clássicos de Portugal e Brasil e com poesias de Mário de Andrade e Fernando Pessoa. Susana Travassos também participa de 2 Mares, álbum de Katya Teixeira e Luiz Salgado indicado ao 25º Prêmio da Música Brasileira, e de Palavras Acesas, no qual canta com Fagner Noturno nº 2, disco que divulga a poesia do maranhense José Chagas.

Parabéns, Susana Travassos! Muita luz e sucesso para toda a vida!

500

Chico Saraiva e Susana Travassos cantam rios de São Paulo e de Lisboa com participações de Chico Pinheiro e Renato Braz, no SESC Santana (SP)

As boas músicas brasileira e  portuguesa vão se encontrar nos dias 6 e 7 de dezembro em São Paulo, mais precisamente no palco do SESC de Santana, no sábado  partir das 21 horas, e no domingo, mais cedo, às 18 horas. Em ambas as ocasiões o público da entidade poderá apreciar a parceria de Chico Saraiva com Susana Travassos, autores do álbum Tejo-Tietê, que exigiu da dupla quatro anos dedicados à complementação do projeto que aborda de forma poética os rios das cidades na quais vivem. Paulo Bellinati assina a produção deste trabalho que o Barulho d’água Música tem em seu acervo e recomenda aos amigos e seguidores.

Continue Lendo “Chico Saraiva e Susana Travassos cantam rios de São Paulo e de Lisboa com participações de Chico Pinheiro e Renato Braz, no SESC Santana (SP)”

Susana Travassos e Gabriel Godoi cantam na Casa do Núcleo em homenagem a Mercedes Sosa

SITE_susana
Gabriel Godoi e Susana Travassos vêm de Lisboa para apresentar show em tributo a Mercedes Sosa em SP

 A Casa do Núcleo, espaço cultural paulistano, tem aberto suas portas para oferecer ao público shows e oficinas, entre outras atividades cujas atrações são artistas nacionais e internacionais, alguns já com carreiras consagradas, outros ainda trilhando os primeiros passos na estrada. Nesta terça-feira, 4/11, por exemplo, será a vez dos portugueses Susana Travassos e Gabriel Godoi, que a partir das 21 horas farão homenagem a Mercedes Sosa, um dos ícones da cultura latino-americana e ibérica e com admiradores pelo mundo afora. O percussionista Felipe Roseno vai acompanhar os lisboetas.

Continue Lendo “Susana Travassos e Gabriel Godoi cantam na Casa do Núcleo em homenagem a Mercedes Sosa”