Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!


Deixe um comentário

1052 – Confira a programação oficial de atividades e eventos do 4º Prêmio Profissionais da Música em Brasília (DF)

Entre hoje, 16, e o sábado, 21, a Capital Federal terá extensa e variada agenda cultural antes da cerimônia de divulgação dos vencedores de 53 categorias entre 328 finalistas

Marcelino Lima, com assessoria da GRV

Brasília, que em 21 de abril comemorará 58 anos, já está respirando os bons ares que o 4° Prêmio Profissionais da Música levou ao Distrito Federal e que, até o final da noite do aniversário da Capital Federal, estará agitada por painéis, palestras, apresentações musicais e shows em tributo a Elis Regina e Roberto Menescal, coquetel, solenidades de premiação e eventos como um Pitching e uma festa, todas atividades relacionadas ao evento promovido pela GRV (Gustavo Ribeiro de Vasconcellos) Produções. Primeira atração oficial da quarta edição do Prêmio, o grupo candango O Tarot subirá ao palco do Shopping Pier 21 nesta segunda-feira, 16 de abril, a partir das 20 horas. O show terá duração de 75 minutos e, como os demais da agenda, entrada franca (confira agenda ao final da matéria)

Continuar lendo

Anúncios


1 comentário

Barulho d’água Música recebe Ciência Matuta, álbum de Zé Mulato e Cassiano, melhor dupla da música brasileira

zemulatocassiano

Zé Mulato e Cassiano, ao lado do violeiro Zeca Collares, do blogueiro Marcelino Lima e do produtor Volmi Batista, após apresentação de Collares em 21 de junho, no Sesc Campinas, onde a dupla também cantou ao final daquele domingo (Foto: Clayton Januzzi)

O acervo do Barulho d’água Música já conta com o álbum Ciência Matuta, que em 10 junho rendeu a Zé Mulato e Cassiano a estatueta do 26º Prêmio da Música Brasileira, na categoria Melhor Dupla. Ciência Matuta pôs fim a um intervalo de quatro anos sem gravações dos irmãos mineiros que residem em Brasília (DF) e que, com este novo trabalho, enriquecem ainda mais não apenas o próprio repertório, como também a antologia de canções do gênero caboclo, dos quais são expoentes.

Continuar lendo