1257 – Violeiro e compositor Levi Ramiro (SP) está entre os vencedores do 5º PPM

Troféus para 67 artistas, profissionais, produtores culturais e representantes de empresas ou projetos do segmento foram entregues em Brasília (DF), em cerimônia promovida no Clube do Choro

O cantor, compositor, violeiro e luthier paulista Levi Ramiro é um dos contemplados com o Troféu Parada da Música, entregue em Brasília (DF) na noite de domingo, 3 de novembro, aos vencedores de 67 categorias do 5º Prêmio Profissionais da Música (PPM). Ramiro se tornou o campeão da categoria Violas e Violeiros da modalidade Criação, em cuja final concorreu com nomes respeitados no universo da viola caipira, entre os quais o mineiro Chico Lobo, vencedor nas edições de 2015, 2016 e 2017 e finalista também em 2018, Pedro Vaz (DF), Victor Batista (GO), Mazin Silva (SC), João Triska e André Siqueira, ambos do Paraná, mais a famosa dupla brasiliense Zé Mulato e Cassiano. A cerimônia de entrega dos troféus transcorreu no Clube do Choro, uma das mais conceituadas casas de espetáculos do Planalto Central.

Continue Lendo “1257 – Violeiro e compositor Levi Ramiro (SP) está entre os vencedores do 5º PPM”

1016 – Ajude com o seu voto o Barulho d’água a avançar à segunda etapa de votação do Prêmio Profissionais da Música, em Brasília (DF)

A organização do  Prêmio Profissionais da Música (PPM) abriu no sábado, 20 de janeiro, o processo de votação para indicar quem avançará às etapas seguintes entre os 921 inscritos aptos a concorrer na primeira fase de votação da quarta edição em 54 categorias das modalidades Criação, Produção e Convergência. Pela primeira vez, em quase quatro anos de atividades, o Barulho d’água Música está no páreo como candidato em Convergência/Canais de Divulgação. Caso chegue à final, visitará Brasília (DF) em abril de 2018, cidade na qual os vencedores deste ano serão anunciados. De formato inédito e concebido pelo músico e produtor brasiliense Gustavo Ribeiro de Vasconcellos, o PPM foi idealizado para expor e reconhecer a contribuição de diversos profissionais envolvidos em criação, produção e circulação de obras e produções musicais e audiovisuais. A proposta é colaborar para o desenvolvimento de oportunidades e novos negócios do setor da música, a partir da convergência com outros segmentos. “Assim podemos expandir fronteiras ao promover intercâmbios e disseminar legados ao compartilhar experiências e emoções”, observou Gustavo.

Continue Lendo “1016 – Ajude com o seu voto o Barulho d’água a avançar à segunda etapa de votação do Prêmio Profissionais da Música, em Brasília (DF)”

885 – Recém formada, dupla de violeiros paulista vence encontro nacional promovido em Mato Grosso

Anderson Batista e Luciano, irmãos residentes em Sumaré (SP), conquistaram o primeiro prêmio do 14º Encontro Nacional de Violeiros de Poxoréu, cidade situada a 249 quilômetros de Cuiabá, capital do Mato Grosso. O festival é considerado de acordo com os organizadores o maior encontro de violas do país e busca preservar as manifestações inerentes à cultura caipira. As atrações do evento que começou com quatro duplas já atraiu a Poxoréu mais de 50 mil pessoas  para acompanhar a cada nova edição shows e concursos das categorias mirim e adulto. Neste ano, entre 26 e 28 de maio, por exemplo, o público prestigiou além da dupla paulista: Cacique & Pajé, Zé Mulato & Cassiano, Arnaldo Freitas, Mariângela Zan, Juliana Andrade e Lucimara, Divino e Donizete, a Orquestra Municipal de Viola e grupos de catira os Guarás e Diamantes.

AndersonBatista_Luciano
Anderson Batista e Luciano acreditam que primeiro lugar em Poxoréu ajudará a abrir portas para a dupla e impulsionar vendas do disco que lançarão ainda em 2016

O duo de Sumaré começou a carreira há menos de um ano e comemorou bastante o resultado que Anderson Batista classificou como “muito gratificante”. De acordo com Luciano, o título deverá não apenas impulsionar a trajetória da dupla, bem como ajudar a promover o lançamento do primeiro álbum previsto para o segundo semestre. “Estar entre grandes violeiros do país e vencer o Encontro Nacional nos dá ainda mais vontade de gravar e sair pelo Brasil afora divulgando a música caipira”, disse Luciano.

 

 

 

 

806 – Tributo à Dominguinhos, na viola caipira de Rodrigo Zanc (SP), estreia em São Carlos neste mês

O violeiro Rodrigo Zanc (São Carlos/SP) estreará em 26 de fevereiro, com uma apresentação marcada para começar às 20 horas, no Sesc daquela cidade, um novo projeto por meio do qual promete aos admiradores e amigos interpretar com a mesma emoção e sensibilidade que o caracterizam clássicos do repertório de um dos maiores sanfoneiros do Brasil. Em Violas para Dominguinhos, Rodrigo Zanc promoverá a releitura de sucessos que considera “perenes da MPB” legados à cultura popular pelo conterrâneo de Luiz Gonzaga (PE) tais quais Eu só quero um xodó, De volta pro aconchego, Gostoso demais, Isso aqui tá bom demais e Lamento sertanejo. Para tornar o show ainda mais memorável, o autor do tributo contará com acompanhamento de músicos tarimbados e já acostumados com seu modo de cantar: Ricieri Nascimento (baixo e vocal); Bruno Bernini (bateria); Thiago Carreri (violão, guitarra e vocal); Gustavo Camilo (teclado e vocal); e Thadeu Romano (acordeon). 

Continue Lendo “806 – Tributo à Dominguinhos, na viola caipira de Rodrigo Zanc (SP), estreia em São Carlos neste mês”

659 – Ivan Vilela e José Hamilton Ribeiro, mediados por Sérgio Martins, falam sobre música caipira em festival literário de Santos (SP)

tarrafa 33

O Barulho d’água Música acompanhou no Teatro Guarany, em Santos (SP), na noite de sexta-feira, 25 de setembro, As Raízes da Música Caipira, rodada do 7º Tarrafa Literária mediada pelo jornalista Sérgio Martins com o violeiro escritor, compositor e pesquisador Ivan Vilela (Itajubá/MG) e o jornalista José Hamilton Ribeiro (Santa Rosa do Viterbo/SP). Os convidados abordaram o tema da mesa contando fatos, causos e comentando aspectos históricos e atuais relacionados à música caipira — uma das mais ricas e duradouras expressões das tradições populares do Brasil, presente com grande força no Interior de São Paulo e em estados como MG, PR, GO.

Continue Lendo “659 – Ivan Vilela e José Hamilton Ribeiro, mediados por Sérgio Martins, falam sobre música caipira em festival literário de Santos (SP)”

Barulho d’água Música recebe Ciência Matuta, álbum de Zé Mulato e Cassiano, melhor dupla da música brasileira

zemulatocassiano
Zé Mulato e Cassiano, ao lado do violeiro Zeca Collares, do blogueiro Marcelino Lima e do produtor Volmi Batista, após apresentação de Collares em 21 de junho, no Sesc Campinas, onde a dupla também cantou ao final daquele domingo (Foto: Clayton Januzzi)

O acervo do Barulho d’água Música já conta com o álbum Ciência Matuta, que em 10 junho rendeu a Zé Mulato e Cassiano a estatueta do 26º Prêmio da Música Brasileira, na categoria Melhor Dupla. Ciência Matuta pôs fim a um intervalo de quatro anos sem gravações dos irmãos mineiros que residem em Brasília (DF) e que, com este novo trabalho, enriquecem ainda mais não apenas o próprio repertório, como também a antologia de canções do gênero caboclo, dos quais são expoentes.

Continue Lendo “Barulho d’água Música recebe Ciência Matuta, álbum de Zé Mulato e Cassiano, melhor dupla da música brasileira”

Primeiro violeiro a tocar no Free Jazz Festival, Adelmo Arcoverde (PE) é o aniversariante de hoje

adelmo 1

O Barulho d’água Música envia hoje, 31 de julho, um abraço dos mais especiais para Nazaré da Mata (PE), cidade onde reside o aniversariante Adelmo Arcoverde, violeiro que traz em suas composições tanto o burburinho e o cheiro das feiras públicas, quanto a elegância e imponência das salas de concerto camerísticos quando empunha sua viola, e dos dez arames extrai sonoridades tipicamente nordestinas, desfilando peças instrumentais que remetem ao universo de cordel e seus múltiplos temas tanto populares, quanto universais, tais como romances proibidos, a saga de cangaceiros que guerreiam em defesa de sertanejos explorados, a fé e a esperança do camponês em seus santos. Adelmo Arcoverde, em julho, foi uma das atrações ao lado do filho, André, do projeto Viola dos 5 Cantos, organizado pelo violeiro Zeca Collares no Sesc Vila Mariana, de São Paulo. 

Continue Lendo “Primeiro violeiro a tocar no Free Jazz Festival, Adelmo Arcoverde (PE) é o aniversariante de hoje”

Garrincha bate bola, Cora Coralina divide doces e Cartola puxa o refrão em novo álbum de Zeca Collares (MG)

zeca collares campinas arte 2 

O cantor e compositor Zeca Collares (Grão Mogol/MG) lançou no domingo, 21 de junho, o oitavo álbum da carreira, acompanhado pelos músicos Cléber Almeida (percussão), Zé Marcos (violão) e Luiz Anthony (contrabaixo) e como plateia para a primeira audição de Estação, biscoito de nata que chegara apenas dois dias antes, teve o público que frequenta a unidade Campinas do Sesc. Zeca Collares ocupou o palco da área de convivência como atração do projeto Folias de Junho. O disco tem dez faixas, das quais duas são instrumentais, e apresentam o universo das rezas, das folias e das vivências sertanejas que formam o ambiente onde, desde menino, ele está inserido, compostas em parceria com Valter Silva e que extrapolam a sonoridade da viola caipira com inovações nas propostas melódicas e harmônicas. “Sempre fui conhecido como um violeiro dedicado ao lado tradicional do instrumento, e já toquei, por exemplo, com Pena Branca e Xavantinho, mas neste novo trabalho vocês notarão: fiz questão de manter os pés nas raízes, com a cabeça colocada no mundo”, disse Zeca Collares que, atualmente, reside em Sorocaba (SP).

Continue Lendo “Garrincha bate bola, Cora Coralina divide doces e Cartola puxa o refrão em novo álbum de Zeca Collares (MG)”

Dupla João Lucas e Léo faz apresentação de música caipira em Sarapuí (SP)

323428_15
João Lucas e Léo levam aos seus shows pelo sertão de São Paulo e de Minas Gerais autênticos sucessos caipiras, consagrados por nomes como Goiano, João Pacífico, Zé Fortuna e Zé Mulato e Cassiano. A dupla subirá ao palco por volta das 11 horas para encerramento do Café Caipira e homenagem a Inezita Barroso (Foto: Divulgação Juá Produções)

Os amantes da autêntica música caipira residentes em Sarapuí, cidade situada a 150 quilômetros da Capital, na região Metropolitana Sorocaba (SP), poderão conhecer neste domingo, 19, o trabalho de João Lucas e Léo, convidados para o projeto Café Caipira, promoção da Prefeitura Municipal que transcorrerá com apoio da Associação Abaçai e Secretaria de Estado da Cultura. Diversas duplas locais se revezarão  a partir das 8 horas. Por volta das 11 horas a atração principal será convocada a subir ao palco montado na praça central e encerrar a roda.

Continue Lendo “Dupla João Lucas e Léo faz apresentação de música caipira em Sarapuí (SP)”

Destaque do projeto “A Serra que toca”, hoje é aniversário do músico, professor e regente Braz da Viola (MG)

Braz e Inezita
Com Inezita Barroso, com quem trabalhou e dedicou Feito na Roça, álbum no qual Braz da Viola à frente da Orquestra de Violas Caipira conta com participações de Zé Mulato e Cassiano, Pereira da Viola, Paulo Freire, além da própria rainha da música caipira interpretando Lampião de Gaz

Hoje, 10, o abraço de aniversário do Barulho d’água Música vai até Penedo (RJ), agradável localidade fluminense ao encontro de Braz da Viola, violeiro, regente, luthier e professor que trabalha em salas de aula desde 1990, período durante o qual desenvolveu métodos próprios de ensino, editados em forma de livros, CDs e vídeo aulas em VHS e DVD. Natural de Consolação (MG), Braz da Viola ministrou oficinas dentro do projeto Violeiros do Brasil no SESC Pompeia, em São Paulo, e nas unidades desta entidade em Catanduva, São Carlos, Bauru, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, além do Festival de Música de Ourinhos (SP), Londrina (PR), Itamonte (MG), Itapeva (SP) e dentro do FESTIVALE, no Vale do Jequitinhonha em Bocaiúva (MG) e Montes Claros (MG) dentro da programação do festival de folclore.

Continue Lendo “Destaque do projeto “A Serra que toca”, hoje é aniversário do músico, professor e regente Braz da Viola (MG)”